PARA UM RETORNO GENEALÓGICO AO DIREITO: SOBRE A PASSAGEM DAS SOCIEDADES ARCAICAS PARA UMA SOCIEDADE RELIGIOSAMENTE CAPITALISTA

Henrique Garbellini Cárnio

Resumo


O Direito enquanto criação humana, produto da linguagem, imprescindivelmente precisa de uma reflexão genealógica, que se volte às origens dos seus obscuros sentidos. Esse regresso possibilita um resgate para uma construção do próprio Direito. A análise das sociedades arcaicas em suas relações de trocas identifica já um sentido jurídico e um paradigma social que existiu e de outras maneiras ainda é existente, no entanto, diferente da atual sociedade em que vivemos, uma sociedade re(produzida) de maneira religiosamente capitalista. Essa compreensão enseja um posicionamento também diferente em relação ao Direito e a Justiça.

Palavras-chave


Genealogia do Direito; sociedades arcaicas, sociedade religiosamente capitalista.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21207/1983.4225.35