Análise Jurídica dos Mecanismos de Intervenção Federal Aplicados no Rio de Janeiro e a Eficácia do Emprego das Forças Armadas

Autores

  • Mariana Carolina REZENDE Faculdade de Direito de Franca
  • Marcelo TOFFANO Faculdade de Direito de Franca

DOI:

https://doi.org/10.21207/2675-0104.2020.1104

Palavras-chave:

Segurança Pública, Forças Armadas, Rio de Janeiro, Intervenção Federal,

Resumo

O artigo tem como objetivo apresentar brevemente o instituto da intervenção federal, definir suas espécies, analisar o procedimento jurídico e os trâmites políticos adotados na histórica Intervenção Federal realizada no Estado do Rio de Janeiro. Além disso, tem como objetivo principal analisar, por meio da comparação numérica dos índices de criminalidade, os impactos da delegação da segurança pública às Forças Armadas. Considerando que a violência estrutural tem ligações com a desigualdade, a atuação nas favelas fluminenses é um cenário propício para a análise proposta. Busca-se, portanto, da experiência vivida pelo Rio de Janeiro, medidas alternativas ao combate do crime organizado.

Biografia do Autor

Mariana Carolina REZENDE, Faculdade de Direito de Franca

Graduanda em direito pela Faculdade de Direito de Franca, aluno pesquisador PIBIC 2019-2020/2020-2021, trabalhou como diretora da Pasta de Permanência Estudantil no ano de 2019 pelo Diretório Acadêmico “28 de Março”. Atualmente é diretora-chefe do primeiro jornal universitário de Franca, "O Brejeiro" e estagiária no escritório CM Advogados, em Ribeirão Preto. Possui formação complementar na universidade de Yale nos Estados Unidos, onde estudou Política, Lei e Economia por duas semanas no programa Yale Yale Global Scholars, o qual participou como bolsista integral por mérito.

Marcelo TOFFANO, Faculdade de Direito de Franca

Possui graduação em Direito pela Universidade de Franca (2001), possui especialização "lato sensu" pela Universidade de Franca (2003) e mestrado em Direito (Área de Concentração: Direito das Relações Econômico-empresariais) pela Universidade de Franca (2006). Doutorado em Direito (Área de Concentração: Função Social no Direito Constitucional) pela Faculdade Autônoma de Direito - FADISP (2014-2018). Atualmente é professor titular da Faculdade de Direito de Franca, é orientador de alunos que necessitam realizar o Trabalho de Curso. Tem experiência na área de Direito atuando como advogado desde 2002.

Referências

ATALIBA, Geraldo. Regime jurídico do critério público. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1973.

BIANCHI, Paula. Rio: menos de 1% do dinheiro da Segurança vai para investimentos na área. Notícias Uol, 2017. Disponível em: https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-noticias/2017/10/19/rio-destaca-menos-de-1-do-orcamento-de-seguranca-publica-para-investimentos.htm#:~:text=O%20Rio%20%C3%A9%20o%20segundo,R%24%2012%2C5%20bilh%C3%B5es. Acesso em: 03 out. 2020.

BILAC FILHO, Francisco Moreira. A intervenção Federal e o Federalismo Brasileiro. Rio de Janeiro: Forense, 2002.

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Poder Executivo, [2020]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicaocompilado.htm. Acesso em: 14 set. 2020.

BRASIL. Decreto nº 9.288, de 16 de fevereiro de 2018. Decreta intervenção federal no Estado do Rio de Janeiro com o objetivo de pôr termo ao grave comprometimento da ordem pública. Brasília, DF: Poder Executivo, [2018] [Revogado]. Disponível em: https://legislacao.presidencia.gov.br/atos/?tipo=DEC&numero=9288&ano=2018&ato=4dag3aq5UeZpWTddc. . Acesso em: 14 set. 2020.

BRASIL. Lei nº 13.491, de 13 de outubro de 2017. Altera o Decreto-Lei nº 1.001, de 21 de outubro de 1969 - Código Penal Militar. Brasília, DF: Poder Legislativo, [2017]. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13491.htm. Acesso em: 03 out. 2020.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Agravo Regimental na Intervenção Federal n° 5.050-2 SP. Relatora: Min. Ellen Gracie, 06 de março de 2008. http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=AC&docID=523295. Acesso em: 03 out. 2020.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Intervenção Federal 90 GO. Relator: Min. Moreira Alves, 08 de outubro de 1986. Disponível em: https://stf.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/725176/intervencao-federal-if-90-go?ref=feed. Acesso em: 03 out. 2020.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Mandado de Segurança nº 00210419/160. Relator: Min. Celso de Mello, 16 de julho de 1991. http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=AC&docID=85407. Acesso em: 03 out. 2020.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Medida Cautelar em Mandado de Segurança nº 35.537 DF. Relator: Min. Celso de Mello, 18 de fevereiro de 2018. Disponível em: http://www.stf.jus.br/arquivo/cms/noticiaNoticiaStf/anexo/MS35537liminar.pdf. Acesso em: 03 set. 2020.

BRASIL. Supremo Tribunal Federal. Petição nº 584-8. Relator: Min. Celso de Mello, 13 de abril de 1992. Disponível em: http://redir.stf.jus.br/paginadorpub/paginador.jsp?docTP=AC&docID=86393. Acesso em: 03 out. 2020.

BRITO, Débora. Comandante do Exército diz que uso de militares em segurança é "perigoso". Agência Brasil, 2017. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2017-06/comandante-do-exercito-diz-que-uso-de-militares-em-seguranca-e-perigoso. Acesso em: 03 set. 2020.

CONGRESSO EM FOCO. Em dez anos, investimento em segurança no Rio de Janeiro foi reduzido a quase zero. Congresso em foco, 2018. Disponível em: https://congressoemfoco.uol.com.br/especial/noticias/em-dez-anos-investimento-em-seguranca-no-rio-de-janeiro-foi-reduzido-a-quase-zero/. Acesso em: 03 out. 2020.

CONTROLADORIA GERAL DA UNIÃO. Ações decorrentes da intervenção federal no estado do Rio de Janeiro na área de segurança publica. Portal da Transparência, 2018. Disponível em: http://www.transparencia.gov.br/programas-e-acoes/acao/00QS-acoes-decorrentes-da-intervencao-federal-no-estado-do-rio-de-janeiro-na-area-de-seguranca-publica---decreto-n---------de----de-fevereiro-de------. Acesso em: 03 set. 2020.

CRETELLA JÚNIOR, José. Comentários à Constituição de 1988. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1991. v. 4.

DEFENSORIA PÚBLICA DA UNIÃO. Circuito de Favelas por Direitos. Relatório 2018. Rio de Janeiro: DPU, 2018. Disponível em: http://sistemas.rj.def.br/publico/sarova.ashx/Portal/sarova/imagem-dpge/public/arquivos/Relato%CC%81rio_Final_Circuito_de_Favelas_por_Direitos_v9.pdf. . Acesso em: 03 set. 2020.

FERREIRA FILHO, Manoel Gonçalves. Comentários à Constituição brasileira de 1988. São Paulo: Saraiva, 1990. v. 1.

FERREIRA, Luís Pinto. Comentários à Constituição brasileira. São Paulo: Saraiva, 1990. v. 2.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. São Paulo: Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 2015. Disponível em https://forumseguranca.org.br/storage/9_anuario_2015.retificado_.pdf. Acesso em: 03 out. 2020.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. O novo Sistema Único de Segurança Pública: questões sobre financiamento da segurança pública. São Paulo: Fórum Brasileiro de Segurança Pública, 2019. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2019/05/Estudo-sobre-Financiamento-v6.pdf. Acesso em: 03 out. 2020.

GOVERNO DO RIO DE JANEIRO. Orçamento Temático – Segurança. Portal Transparência, 2019. Disponível em: http://www.transparencia.rj.gov.br/transparencia/faces/OrcamentoTematico/SegurancaPublica?_afrLoop=13131719715362577&_afrWindowMode=0&_afrWindowId=zl69etvrz&_adf.ctrl-state=lhv7cp63b_235. Acesso em: 03 out. 2020.

GOVERNO DO RIO DE JANEIRO; INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Panorama das apreensões de drogas no Rio de Janeiro 2010 – 2016. Rio de Janeiro: ISP, 2016. Disponível em: http://www.ispdados.rj.gov.br/SiteIsp/RelatorioDrogas2016.pdf. Acesso em: 03 out. 2020.

GOVERNO DO RIO DE JANEIRO; INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Segurança Pública em Números 2018. Rio de Janeiro: ISP, 2018. Disponível em: http://arquivos.proderj.rj.gov.br/isp_imagens/Uploads/SegurancaemNumeros2018.pdf. Acesso em: 03 set. 2020.

INSTITUTO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Dados. ISP, [s.d.]. Disponível em: http://www.ispvisualizacao.rj.gov.br. Acesso em: 03 out. 2020.

LEWANDOWSKI, Enrique Ricardo. Pressupostos Materiais e Formais da Intervenção Federal no Brasil. 2. ed. Belo Horizonte: Fórum, 2018.

MARINO, Leonardo Freire. O Tráfico de Drogas na Cidade do Rio de Janeiro. In: 8º Encontro de Geógrafos da América Latina 2001. Santiago de Chile: Cambios, Persistencia y Crisis de La pobreza en latinoamerica, 2001. p. 116-127. Disponível em: http://observatoriogeograficoamericalatina.org.mx/egal8/Geografiasocioeconomica/Geografiacultural/02.pdf. Acesso em: 03 out. 2020.

MONTESQUIEU. O Espírito das Leis, 1748. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1993.

MORAES, Alexandre de. Constituição do Brasil Interpretada e Legislação Constitucional. 4. ed. São Paulo: Altas, 2004.

MORAES, Humberto Peña de. Do processo interventivo, em tema de Estado Federal: considerações em torno de aspectos estruturais dos institutos da intervenção federal, nos Estados e Distrito Federal, e da ação direta de inconstitucionalidade interventiva. In: CÂMARA, Alexandre Freitas. Acesso à justiça. Rio de Janeiro: Lumen Juris, 2004.

MORAES, Humberto Peña de; SILVA, José Fontenelle T. da. Assistência judiciária: sua gênese, sua história e a função protetiva do Estado. 2. ed. Rio de Janeiro: [s.n.], 1984.

PONTES DE MIRANDA, Francisco Cavalcanti. Comentários à Constituição de 1967, com a Emenda n. 1, de 1969. 2. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1970.

RIBEIRO, Fávila. A intervenção federal nos Estados. Fortaleza: Jurídica, 1960.

SANTOS, Giselle. Fórum Brasileiro de Segurança Pública sugere alternativas à intervenção militar no Rio. Congresso em foco, 2018. Disponível em: https://congressoemfoco.uol.com.br/especial/noticias/nao-ha-solucao-em-curto-prazo-no-rio-avalia-forum-de-seguranca-publica/. Acesso em: 03 out. 2020.

SILVA, José Afonso da. Curso de direito constitucional positivo. 6. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 1990.

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL. Deputado pede retirada de pauta de decreto de intervenção federal no RJ. Notícias STF, 2018. Disponível: http://www.stf.jus.br/portal/cms/verNoticiaDetalhe.asp?idConteudo=370019. Acesso em: 03 set. 2020.

VALENTE, Jonas. Intervenção federal levanta polêmicas jurídicas, alertam professores de direito. Especialistas criticam "natureza militar" do interventor e vigência. Agência Brasil, 2018. Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/politica/noticia/2018-02/intervencao-federal-levanta-polemicas-juridicas-alertam-professores-de. Acesso em: 03 out. 2020.

Downloads

Publicado

2021-04-23

Edição

Seção

Pesquisas Científicas com Fomento Interno