APAC: SOLUÇÃO PARA A VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS NO SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO

João Paulo Moherdaui JORGE

Resumo


O Sistema Penitenciário Brasileiro encontra-se em estado precário na atualidade. Nesse sentido, o presente estudo visa analisar as características do mesmo, tendo em vista, o abandono por parte das autoridades responsáveis. Para tanto, em um primeiro momento, foi analisada os direitos humanos em si, um levantamento histórico de onde nasceram e sua importância. Após, foi analisado, origem, evolução da pena, e seus tipos, para em outro momento discutir o surgimento do sistema penitenciário em si, suas principais escolas onde obtiveram sucesso com o detento. Depois dessa discussão, demostro quais são os principais problemas que o sistema penitenciário brasileiro se encontra, suas causas e consequências. Enfim, no ultimo capitulo da pesquisa, aponto a APAC como possível solução para a problemática apresentada, demostrando com números e gráficos seu sucesso em ressocializar o preso e o devolver para a sociedade.

Palavras-chave


Apac;Violação;ireitos Humanos;Superlotação;Ressocialização

Texto completo:

PDF

Referências


BECCARIA, Cesar. Dos delitos e das penas. São Paulo: Edipro, 2015.

BRASIL. Código Penal. Decreto-Lei nº 2.848, de 07 de dezembro de 1940. Código Penal. Diário Oficial da União, Rio de Janeiro, 31 dez. 1940.

____. Constituição da República Federativa do Brasil: promulgada em 5 de outubro de 1988.

____. Superior Tribunal de Justiça. Resp 963.029/MS, Rel. Ministra Denise Arruda, Primeira Turma, dje 17/06/2009.

CANTO, D. A. Regime Inicial de Cumprimento de Pena Reclusiva ao Reincidente. Universidade Federal de Santa Catarina, Florianó-polis, 2000.

CAPEZ, Fernando. Curso de Processo Penal. 14ª edição. São Pau-lo: Editora Saraiva, 2007.

DELMANTO, Celso Código Penal Comentado. 7. Ed. São Paulo. Renovar, 2007, p. 123.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: história da violência nas pri-sões. Trad. Raquel Ramalhete. 18. Petrópolis, Editora: Vozes, 1998. P. 33

HUNGRIA apud MUAKAD, Irene Batista. Pena Privativa de Liber-dade. São Paulo: Atlas, 1996, p. 21.

JUNIOR, Araújo, João Marcello de (Org.). Sistema penal para o terceiro milênio. 2. Ed. Rio de Janeiro: Revan, 1991.

MENDES, Gilmar Ferreira. Curso de direito constitucional. 9. Ed. rev. e atual. – São Paulo: Saraiva, 2014.

MORAES, Alexandre de. Constituição do Brasil interpretada e legislação constitucional. São Paulo: Atlas, 2002

NUCCI, Guilherme de Souza. Manual de processo penal e execução penal / Guilherme de Souza Nucci. – 11. ed. rev. e atual. – Rio de Janeiro: Forense, 2014.

OTTOBONI, Mário. Vamos matar o criminoso? : método APAC. São Paulo: Edições Paulinas, 2001.

PRADO, Luiz Regis Prado, Curso de Direito Penal Brasileiro, Vo-lume 1, 5º edição, São Paulo: Revista dos Tribunais, 2005.

SILVA, Haroldo Caetano da. Manual de Execução Penal, 2º edição, Ed. Bookseller, Campinas, 2002.

ZACARIAS, André Eduardo de Carvalho. Execução Penal Comenta-da. 2ª. São Paulo: Tend Ler, 2006.




DOI: https://doi.org/10.21207/2675-0104.2016.642

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Revista Eletrônica da Faculdade de Direito de Franca



http://www.abecbrasil.org.br

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Compartilha Igual 4.0 Internacional.