Da contradogmática à práxis: duas contribuições para uma educação jurídica crítica

Marcel Soares de Souza, Marina Corrêa de Almeida

Resumo


o presente trabalho busca, no marco da Teoria Crítica, oferecer duas contribuições capazes de apontar práticas para uma educação jurídica crítica, a partir das obras de Roberto Lyra Filho e de Paulo Freire. Lyra Filho, nesse sentido, fornece elementos para uma abordagem dialética capaz de fazer frente à postura dogmática e juspositivista ainda imperante nos cursos jurídicos brasileiros. À pedagogia de Paulo Freire, por sua vez, recorre-se para embasar a orientação emancipatória da práxis dos educadores do Direito

Palavras-chave


Ensino jurídico, Paulo Freire, Roberto Lyra Filho, contradogmática, práxis

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21207/1983.4225.150

http://www.abecbrasil.org.br

Licença Creative Commons

Esta obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-Compartilha Igual 4.0 Internacional.